É um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Podem participar:

- Estudantes egressos do ensino médio da rede pública.

- Estudantes egressos da rede particular, na condição de bolsistas integrais da própria escola.

- Estudantes com deficiência.

- Professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Quem pode participar

Para se inscrever no Programa Universidade para Todos (ProUni) do primeiro semestre de 2016 é preciso ter participado do Enem de 2015 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame. É preciso, ainda, ter obtido nota na redação que não seja zero.

Para efetuar a inscrição no ProUni do primeiro semestre de 2016, o candidato deve informar o número de inscrição e a senha no Enem de 2015.

Processo Seletivo PROUNI 2016.1

Processo Seletivo PROUNI 2016.2