Institucional
Share

Núcleos de Apoio

NÚCLEO DE APOIO AO DOCENTE

Para a consecução dos objetivos acima delineados, no tocante ao funcionamento do sistema de avaliação, o FAT implantou um Núcleo de Apoio ao Docente, que se orienta pelos seguintes princípios, conforme Resolução CONSAC 003/2004, que se incorpora a este Projeto Pedagógico (Anexo XI):

a) As práticas pedagógicas devem ser aprimoradas constantemente, em função das transformações socioeconômicas, políticas e culturais, bem como dos novos desafios que emergem na chamada Sociedade do Conhecimento;

b) A solução de problemas de natureza didático-pedagógica pressupõe a existência de espaços onde se possa refletir, compartilhar experiências, identificar novos caminhos, criar alternativas e reinventar a práxis educativa;

c) Uma instituição de ensino tem o dever de criar condições para que o professor possa expressar suas dificuldades, interagir com seus pares, buscar soluções para os problemas que surgem no desenvolvimento de suas atividades e adequar suas práticas aos novos desafios;

d) a satisfação do Corpo Docente se reflete na qualidade do processo de ensino-aprendizagem e depende de mecanismos que promovam o seu constante aperfeiçoamento; 

e) A FAT está comprometida com a manutenção de um Corpo Docente bem qualificado e sintonizado com a missão, as ações e metas institucionais.

 
São objetivos do Núcleo de Apoio Pedagógico ao Docente, conforme estabelece o Plano de Desenvolvimento Institucional:

a) Oferecer apoio didático-pedagógico aos professores dos cursos de graduação, visando à melhoria da qualidade do ensino;

b) Constituir-se num espaço para a reflexão das práticas pedagógicas e de avaliação dos seus objetivos, métodos e estratégias;

c) Propiciar ao corpo docente situações de ensino-aprendizagem onde ele possa continuamente se preparar para o exercício teórico-prático da realidade vigente;

d) Instrumentalizar tecnológica e bibliograficamente os Cursos;

e) Implementar ações de enriquecimento das experiências, pesquisas e práticas de aprendizagem no contexto geral do educando, bem como promover cursos, palestras, seminários,  simpósios e workshops que favoreçam as atividades docentes;

f) Propor outras ações que contribuam para promover a qualidade didático-pedagógica;

g)Zelar pela implementação do projeto político-pedagógico da FAT a partir dos princípios contidos na missão institucional.

O atendimento ao docente é prestado em caráter contínuo, das 16:00h às 22:00h, por um professor representante de Área e o (a) secretário (a) do núcleo.

Saiba mais sobre O NAD clicando aqui.


NÚCLEO DE APOIO AO ESTUDANTE (NAPE)

A RESOLUÇÃO CONSAC 002/2004 institui o Núceloleo de Apoio Psicopedagógico ao estudante da Faculdade Anísio Teixeira com os seguintes objetivos:

Artigo 1º - O Núcleo de Apoio Pedagógico ao estudante orienta-se pelos seguintes princípios:

I- O estudante deve ser visto e tratado em sua totalidade, como um ser que tem sentimentos, capacidade de expressão, criatividade, mas também, dificuldades, problemas e limitações;

II- A solução de problemas de natureza didático-pedagógica pressupões a existência de espaços onde se possa identificar, filtrtar e avaliar as recamações do estudante;

III- Uma instituição de ensino tem o dever de criar condições para que o estudante posa expressar seus sentimentos, suas ideias e dificuldades, participando ativamente do processo de ensino-aprendizagem;

IV- A satisfação do estudante depende de mecanismos que possam favorecer o diálogo entre o corpo discente e os diversos órgãos que integram a instituição;

V- A FAT tem elevado interesse em promover a plena satisfação do estudante, demonstrando seu compromisso com o seu desempenho acadêmico.

O NAPE é composto por uma equipe multidisciplinar, o setor é localizado no prédio sede e funciona de segunda à sexta, das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 22:00 hrs. Tel.  3616-9458, principais atividades do Nape:

  • Recepção de calouros ( Professores dos primeiros semestres, contamos com a colaboração de vocês);
  • Apoio emergencial a estudante com dificuldades cognitivas, afetivas e sociais que estejam interferindo na sua trajetória acadêmica;
  • Acolhimento de solicitações, reclamações e sugestões de estudantes;
  •  Intervenções, quando necessário, junto aos estudantes: individual, grupal e na relação docente/estudante (parceria com o NAD);
  • Promoção de Monitorias (seleções semestrais);
  • Promoção de cursos de Nivelamento (semestrais);
  • Orientações para a formatura;
  • Orientações para carga horária complementar;
  •  Orientações para exercícios domiciliares ( Lei 1044 de 21.10.69 e a Lei 6202/75 );
  • Divulgação de vagas de emprego e estágio;
  • Divulgação de Iniciação Científica (parceria com Núcleo de Pesquisa e Extensão);
  • Acompanhamento de líderes de turma e Representação Estudantil.

Saiba mais sobre O NAPE - Núcleo de Apoio ao Estudante clicando aqui.


NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) é o órgão consultivo responsável pela concepção do Projeto Pedagógico do curso e tem por finalidade atuar no processo de consolidação e contínua atualização do mesmo, ressalvada a competência dos Conselhos Superiores. É composto de, no mínimo, cinco professores que ministram disciplinas no curso, com titulação acadêmica obtida em programas de pós-graduação Stricto Sensu, sendo um deles o coordenador do curso. Suas principais atribuições são:

a) Atualizar periodicamente o projeto pedagógico do curso;

b) Estabelecer diretrizes e normas para o regime didático-pedagógico do Curso, respeitada a política acadêmica aprovada pelos órgãos superiores;

c) Conduzir os trabalhos de reestruturação curricular, para aprovação no Colegiado de Curso, sempre que necessário;

d) Supervisionar as formas de avaliação e acompanhamento do curso;

e) Analisar e avaliar os Planos de Ensino dos componentes curriculares;

f) Promover a integração horizontal e vertical do curso, respeitando os eixos estabelecidos pelo projeto pedagógico;

g) Acompanhar as atividades do corpo docente, recomendando ao Colegiado de Curso a indicação ou substituição de docentes, quando necessário.

h) Fixar as diretrizes gerais dos programas das disciplinas do Curso e suas respectivas ementas, recomendando ao Coordenador do Curso, modificações dos programas para fins de compatibilização;

i) Promover a avaliação dos planos de trabalho nas atividades de ensino, pesquisa e extensão na forma definida no projeto de avaliação institucional;

j) Emitir parecer sobre a organização, funcionamento e avaliação das atividades de Estágios e dos Trabalhos de Conclusão de Curso;

k) Coordenar a elaboração e recomendar a aquisição de lista de títulos bibliográficos e outros materiais necessários ao Curso;

l) Assessorar o Coordenador em outras atividades especiais;

m) Colaborar com os demais órgãos acadêmicos na sua esfera de atuação, especialmente os Núcleos de Pesquisa e Extensão do Curso;

 


NÚCLEO DE PESQUISA E DE EXTENSÃO

Dentro da proposta Institucional, os professores em regime de tempo integral (40 horas), principalmente, serão responsáveis pela coordenação dos grupos de iniciação científica ligados a várias disciplinas, dentro da linha definida pelo projeto pedagógico.

Os núcleos de iniciação científica estarão em conformidade com os eixos básicos do curso, quais sejam: controladoria, teoria da contabilidade, contabilidade gerencial, gestão estratégica de custos, compreensão e análise crítica das transformações sócio-econômicas, planificação das ações empresariais, interação criativa com a realidade hodierna, estimação de riscos, etc. A ele compete, conforme Resolução CONSAC 009/2009, que se incorpora a este PPC (Anexo XII):

a) definir, juntamente com os Coordenadores de Curso, a política de pesquisa extensão na Faculdade e elaborar o programa geral das atividades de pesquisa, a ser apreciado pelo Conselho Acadêmico;

b) coordenar a elaboração e viabilizar a compatibilização e execução de projetos e programas institucionais de pesquisa e extensão apresentados pelos Colegiados de Cursos, núcleos ou por pesquisadores individuais;

c) organizar e manter atualizado o cadastro de pesquisadores, com suas produções científicas, bem como acompanhar e divulgar os programas e projetos de pesquisa na Instituição;

d) manter um veículo de informação interna, referente a editais de chamada de proposta, calendários das agências de fomento, trabalhos publicados, pesquisas em andamento na Faculdade e outros assuntos de interesse da comunidade acadêmico-científica da Instituição;

e) estimular e viabilizar convênios de fomento, intercâmbio e divulgação, com agências estatais, organizações não governamentais e o setor privado, para realização de pesquisas e desenvolvimento tecnológico;

f) promover e dar suporte à produção científica, viabilizando sua divulgação através de relatórios anuais, promoção de eventos, apoio à participação de pesquisadores em congressos e similares;

g) definir a política de publicação científica da Faculdade e prestar apoio à elaboração de projetos e publicações;

h) coordenar a organização de seminários, workshops e reuniões temáticas estratégicas para o desenvolvimento da pesquisa na Faculdade.

i) propor dotação orçamentária e acompanhar a aplicação dos recursos do orçamento da Faculdade destinados à pesquisa e à extensão.

j) administrar a aplicação do fundo de apoio à pesquisa e extensão oriundo de recursos orçamentários e captados pelos docentes e pesquisadores junto a fontes externas;

k) empreender ações e viabilizar a criação de unidades de apoio à pesquisa, como campos experimentais, laboratórios e unidades centrais especializadas em apoio às atividades estratégicas de pesquisa;

l) promover a integração funcional das ações dos diversos setores, órgãos e entidades públicas ou privadas, relacionadas com as atividades de pesquisa e produção científica e tecnológica;

m) estimular e apoiar programas de treinamentos e reciclagem de servidores docentes e técnico-administrativos em atividades específicas da pesquisa científica e tecnológica;

n) propor alterações em seu Regimento interno, submetendo-o ao Conselho Acadêmico para apreciação;

Saiba mais sobre o Centro de Pesquisa e Extensão clicando aqui.


NÚCLEO DE APOIO À ACESSIBILIDADE

A FAT criou um Núcleo de Apoio à Acessibilidade com a finalidade de prestar apoio e orientar a comunidade acadêmica no processo de inclusão de estudantes, professores, funcionários e componentes da comunidade externa, garantindo-lhes acessibilidade pelas atividades de ensino, pesquisa, extensão, serviços e infraestrutura.  Com essa iniciativa, a IES busca propiciar o acesso e a permanência qualificada das pessoas com deficiências, por meio da redução de barreiras arquitetônicas, comunicacionais, informacionais, atitudinais e curriculares.

O efetivo cumprimento dos objetivos desse núcleo pressupõe uma boa articulação com as coordenações de cursos e com os demais setores da IES para que se possa, por exemplo, identificar estudantes com necessidades educacionais especiais, professores e técnico-administrativos com deficiências na Faculdade. Como se pode deduzir, essa parceria é muito importante para que se identifiquem e eliminem diversas barreiras que dificultem o acesso e a permanência de pessoas com deficiências na FAT.

A criação e o funcionamento do referido Núcleo de Acessibilidade estão dispostos na Resolução CONSAC 002/2014.



FACULDADE ANISIO TEIXEIRA DE FEIRA DE SANTANA
Rua Juracy Magalhães, 222 - Ponto Central - CEP 44032-620 - Feira de Santana - Bahia - Brasil
Telefax: (75) 3616-9451 / E-mail: fat@fat.edu.br
Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001, D.O.U. de 26 de março de 2001.
Webmail