Quem está na faculdade também pode concorrer às bolsas do ProUni

01

Alunos que estão em qualquer semestre de um curso superior em instituição particular também podem concorrer às 16.575 bolsas de estudo oferecidas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), do Ministério da Educação. A abertura de uma nova etapa de inscrições para o programa começa no dia 12, quarta-feira, e se estende até o próximo dia 19. Nesse caso, a instituição precisa ter aderido ao ProUni e ter bolsa disponível. Se selecionado, o aluno vai usufruir a bolsa apenas para completar o curso. Para concorrer às bolsas integrais ou parciais do ProUni, o estudante precisa cumprir alguns requisitos, entre eles: ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2002, 2003 ou 2004; ter obtido nota mínima de 45 pontos; ter feito o ensino médio em escola pública ou instituição particular como bolsista integral; ser portador de necessidades especiais; não ter outro curso de graduação; comprovar renda mensal per capita familiar de até um salário mínimo e meio (R$ 390,00), em valores de hoje, para concorrer à bolsa integral; e de até três salários mínimos mensais per capita (R$ 780,00) para concorrer à bolsa parcial no valor de 50% da mensalidade. Professor – Está dispensado de comprovar renda apenas o professor das redes públicas estaduais e municipais de ensino, no efetivo exercício, que deseja concorrer à bolsa para cursar uma licenciatura ou pedagogia. Das 16.575 bolsas oferecidas na terceira etapa do processo seletivo, o ProUni reservou 12.786 bolsas para a política de cotas destinada a afrodescendentes e indígenas. A inscrição é feita exclusivamente pela internet no endereço do ProUni. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone gratuito do MEC 0800 616161.

Compartilhe