Estudantes de Jornalismo da FAT estreiam via radioweb o Acorda Cidade Feed

A partir do dia 17 de outubro, quem se interessa por conteúdo de qualidade e vive conectado terá como opção uma novidade on the air: Acorda Cidade Feed. 

O projeto é resultado da parceria entre o programa com maior audiência no rádio baiano, o Acorda Cidade, ancorado na Rádio Sociedade de Feira de Santana pelo experiente radialista Dilton Coutinho, e o conceituado curso de Jornalismo da Faculdade Anísio Teixeira (FAT).
 
Em formato radioweb, o Acorda Cidade Feed estreou na última terça-feira (17), às 19h, e tem a inciativa da coordenação e do colegiado do curso de Comunicação Social da FAT, através da disciplina Radiojornalismo I. O programa foi genuinamente produzido no laboratório de radiojornalismo da instituição e objetiva oportunizar aos estudantes a experiência em conviver diretamente com o ritmo do mercado de trabalho e sob orientação acadêmica.
 
Já na 1ª edição do projeto temas de interesse público em nível nacional são abordados por um time de apresentadores, repórteres e produtores, além da participação especial do apresentador da Rede Globo, Cid Moreira. Recadastramento biométrico, bitcoin e o grafite como arte urbana figuram entre os temas explorados nas diversas matérias e quadros apresentados, além de música de qualidade com a participação em estúdio da banda feirense Roça Sound.
 
A coordenadora do curso de Jornalismo, professora Mestre Marly Caldas, explica que a credibilidade do Acorda Cidade foi fundamental para que a instituição definisse o meio pelo qual o estudante possa amadurecer o repertório teórico adquirido no curso de Jornalismo da FAT.
 
“É um momento em que teoria e prática de juntam para revelar grandes profissionais. E mais importante ainda é fazer que o aluno de Comunicação Social perceba sobre a importância dos estudos para a vida profissional alinhada à responsabilidade social, competente e ética, princípios da nossa missão institucional”.
 
O Acorda Cidade Feed tem duração de 30 min, dividido em três blocos, e pode ser acessado através do aplicativo Acorda Cidade (Google Play) em formato de podcast (mídia em áudio) sempre que o ouvinte quiser ouvir.
 
O orientador do projeto, o professor Andrews Pedra Branca, afirma que o empenho e o comprometimento da turma resultaram em um ‘produto’ com linguagem inovadora e dinâmica.
 
“Vivenciar a rotina produtiva de um programa radiofônico via web com produção, edição de matérias, de boletins e quadros noticiosos, trilhas e vinhetas, locução, entrevistas e apresentação faz parte do universo de quem atuará em rádio ou qualquer outro arquétipo [tecnologia] sonoro”, pontua Pedra Branca.

Compartilhe