Evento do Curso de Nutrição discutiu comunicação entre surdos e profissionais de saúde

Na noite da última quinta-feira (17), o curso de Nutrição da Faculdade Anísio Teixeira, através da coordenadora Morgana Lopes, realizou um debate com a temática: Uma proposta para melhorar a comunicação entre profissionais de saúde e pacientes Surdos. O evento foi voltado para surdos, ouvintes, profissionais de saúde, estudantes e aconteceu no Auditório Ernestina Silva Lima.
 
A ideia de promover o evento surgiu a partir do Trabalho de Conclusão de Curso da egressa de Nutrição da FAT e pós graduanda em Libras, Ana Paula Alves, que apresentou no seu TCC uma Avaliação Antropométrica dos Adultos Surdos da Associação dos Surdos de Feira de Santana (ASFS). A pesquisa apontou as dificuldades de comunicação encontradas pelas pessoas com surdez ao necessitarem realizar algum tipo de atendimento com profissionais de saúde, sejam eles nutricionistas, psicólogos, enfermeiros ou médicos. 
 
Fizeram parte da mesa de debates, apresentando relatos de experiências à enfermeira e mãe de uma criança surda, Auriceia Adorno; a enfermeira Janay da Silva; o professor da UEFS, que também é surdo, Marcílio de Carvalho; Anna Paula Santana, que é surda e formada em Letras pela UEFS e a professora Sátila Souza que participou do evento como intérprete voluntária.
 
Entre os pontos discutidos pelos convidados destacam-se a importância dos profissionais de saúde aprenderem a Língua Brasileira de Sinais para prestar um melhor atendimento aos surdos, o desejo de tornar Feira de Santana uma cidade bilíngue e de ter fim o preconceito à cultura surda e as barreiras de comunicação ainda tão evidentes na sociedade. Após os relatos de experiências, os estudantes da FAT presentes 

Compartilhe