Fies abre cem mil novas vagas

09

O Ministério da Educação abriu cem mil vagas do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). É o maior número de contratos desde a criação do fundo, em 1999. Nesse sentido, o ministro Fernando Haddad assinou a Portaria nº 3.224, publicada nesta quinta-feira, dia 22, no Diário Oficial da União. As instituições de ensino superior particulares que desejarem participar do processo seletivo do Fies têm prazo entre 3 e 9 de outubro para aderir ao programa, o que pode ser feito na página eletrônica da Caixa. No dia 10 de outubro, o MEC divulgará a lista das instituições participantes. Os estudantes terão prazo entre 10 e 28 de outubro para preencher a ficha de inscrição, que também estará disponível na página eletrônica. A ficha deve ser impressa em duas vias e entregue à instituição do aluno até 31 de outubro. Em 1o de novembro, o MEC divulgará a relação dos inscritos e, em 21 de novembro, a dos selecionados. Os beneficiados terão 50% de financiamento das mensalidades. “O benefício será retroativo a este semestre”, disse o diretor do Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior, Celso Ribeiro Carneiro. Os juros do Fies são de 9% ao ano. O pagamento será feito pelo aluno após a formatura, com prazo igual ao do curso, mais 50%. Se o aluno demorar quatro anos para se formar, por exemplo, terá seis para quitar a dívida. A cada trimestre, porém, ele deve pagar à Caixa Econômica Federal uma taxa de R$ 50,00. Segundo a portaria, as instituições de ensino superior devem viabilizar o acesso à internet para estudantes que não tiverem meios de fazer a inscrição. Benefício — O Fies já beneficiou 320 mil estudantes de universidades particulares. O maior número de contratos, 62 mil, foi registrado em 2002. Esse total deve ser superado agora com os cem mil oferecidos. “O Fies ajuda o aluno ao viabilizar sua permanência na universidade. Contribui para reduzir a inadimplência e, para as instituições, é a garantia maior de que os alunos completarão os cursos”, explicou Celso Ribeiro. Para ter acesso ao Fies, o estudante deve ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública; não ter curso superior completo; não ter residência própria e ter mais de um membro da família sem bolsa de estudo em instituição de ensino superior privada. Bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni) foram contemplados em agosto e não entram no cálculo das novas vagas. Mais informações pelo telefone (61) 2104-8757.

Compartilhe